Seguir por Email

sexta-feira, 31 de julho de 2009

POLÍTICA DE MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS NESTE BLOGUE

Para todos os que pensam que em nome da liberdade de expressão se devem admitir neste blogue todo o tipo de comentários aqui fica o seguinte esclarecimento.
Não se pode confundir liberdade de expressão com o direito a dizer tudo, sobre toda a gente, de todas as maneiras. A liberdade de expressão de uns termina onde começa a colidir com os direitos de outros.
Se apostamos na transparência ao assinar tudo o que escrevemos, entendemos que podemos pedir aos nossos comentadores a mesma atitude.
A enorme quantidade de comentários injuriosos, difamatórios, e ofensivos - alguns disfarçados de inocentes questões ou até manifestações de apoio - que nos chegam obriga-nos a mais uma vez clarificar a nossa política de publicação de comentários:

1. Regra geral, são privilegiados comentários de pessoas devidamente identificadas no comentário ou perante o administrador do blogue.
2. Apenas serão publicados comentários anónimos que não contenham acusações, insinuações ou outro tipo de observações susceptíveis de ser entendidas como ofensivas por pessoas visadas.
3. Será dada resposta a todas as questões colocadas por pessoas devidamente identificadas no comentário ou perante o administrador do blogue. Todas as restantes serão ignoradas.

Muito obrigado a todos e continuem a comentar!

4 comentários:

Anónimo disse...

Pena não pedirem apoio a quem verdadeiramente trabalhou pela terra, quem devia na realidade assumir o cargo de presidente, falo de uma mulher que foi vice-presidente e que mostrou no seu mandato a candura responsável e laboriosa, o tacto compreensível da proximidade com a população e a capacidade racional de elaborar decisões em prol da sua terra. Essa mulher, símbolo de uma honestidade reconhecida por tantos que a elogiam é, também o derradeiro símbolo de Alandroal, talvez a única pessoa que volte a dar a todos nós, o cheiro das laranjeiras em flor, umas sombras, a lucidez que falta, a alma de Alandroal que foi cegada e arrancada sem o mínimo pudor em nome de modernismos que enfraqueceram a terra. Talvez seja altura para o actual presidente ou o novo chamar essa mulher a prestar serviço à terra, porque, sem ela nada valem nem um nem outro, tanto em casa como numa Câmara Municipal tem que existir uma MULHER que ordene a casa! Senão não passam de crianças com birras, eu, já não tenho pachorra para os aturar e, às tantas ela também não.
Cumprimentos: alandroal@sapo.pt

Anónimo disse...

Concordo. Alias ela deve ter alguma amargura com isto. Secretarias viradas para a parede para os nao lambe-boticos dentro da Camara. Deveria ser altura de pegar no que resta da dignidade das pessoas. Que vergonha.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

Depois de ler este artigo fico a pensar: COMO PODE ALGUÉM PENSAR QUE O MUDA PODERIA ESCREVER TAMANHA FALTA DE DIGNIDADE COMO NO BLOGUE QUE QUERIA FAZER CRER QUE ERA GENTE DO MOVIMENTO MUDA???

Não seria de forma alguma o Grilo que eu conheço, nem pensar.