Seguir por Email

domingo, 13 de dezembro de 2015

BOAS FESTAS!

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas ... Que já têm a forma do nosso corpo ... E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares ... É o tempo da travessia ... E se não ousarmos fazê-la ... Teremos ficado ... Para sempre ... À margem de nós mesmos..."

Fernando Pessoa



Boas Festas e Bom Ano de 2016 para todos!
E que nunca nos falte coragem para as travessias da vida!

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

MUDA DÁ LIBERDADE!




À semelhança do que sempre aconteceu em todas as eleições de âmbito nacional desde a criação do movimento, o Muda não dará qualquer indicação de voto aos seus apoiantes.
Apelamos, contudo, à participação na eleição através do cumprimento do dever cívico de votar. Não deixemos nas mãos dos outros as decisões sobre o nosso futuro.

domingo, 24 de maio de 2015

6 ANOS DE MUDA!



Fez ontem 6 anos (23 de Maio de 2009) que um pequeno grupo de pouco mais de cem pessoas se juntou num monte na Aldeia dos Marmelos para mudar para sempre a forma de fazer política neste concelho.
Foi um momento da mais pura expressão da cidadania.
Daí até à vitória nas eleições em 11 de Outubro passaram os mais inesquecíveis seis meses de "sangue, suor e lágrimas".
Ao longo destes 6 anos, tivemos grandes alegrias e grandes tristezas. No que a emoções diz respeito, nada foi em pequeno!
Não conhecemos o sabor da derrota, mas ainda estamos a sentir o travo amargo de nos terem roubado o direito de ir à luta. Uma luta que era nossa! Uma vitória que era nossa.
Também o trabalho, a dedicação, a entrega, a disponibilidade foram enormes! Pelas pessoas, com as pessoas e para as pessoas. Todos os dias.
Fizemos muito com pouco, cometemos alguns erros, não agradámos a todos, mas estou convencido que, acima de tudo, demos o nosso melhor para não defraudar o espírito com que nos reunimos pela primeira vez nesse dia de 2009.
Quando olho à volta sinto que hoje, mais do que nunca, esse espírito faz falta ao concelho e precisa de voltar.
Nestes 6 anos, muitos entraram, alguns saíram - por vontade própria – como é natural em todos os processos dinâmicos.

Hoje, seis anos depois, deixo o meu agradecimento a todos os que fizeram connosco o todo ou uma parte do caminho até aqui!

João Grilo

terça-feira, 5 de maio de 2015

MAIS VALE TARDE...




Mais vale tarde... Constato com satisfação que a câmara municipal se prepara para dar início à requalificação do Caminho Municipal 1109, no troço “Águas Frias (Albufeira de Alqueva) – Ferreira de Capelins”. Parabéns.
Este é, de facto, desde há muitos anos, o mais negro troço de estrada no concelho.
E é caso para dizer “mais vale tarde que nunca” porque, como é sabido, no final do meu mandato, em Outubro de 2013, esta obra estava adjudicada e tinha financiamento comunitário garantido de 85%.
O mesmo já tinha acontecido há pouco tempo com o Posto da GNR do Alandroal, financiado a 100%.
Mais vale tarde que nunca, sim, mas o desenvolvimento do concelho não se faz a este ritmo. Se o executivo CDU está a retomar agora, no meio do mandato, as obras que estavam em andamento em 2013 é caso para perguntar:
Para quando a conclusão das infrastruturas da rede de águas de Pias, Casas Novas e Venda? O verão passado foi um pesadelo para as pessoas daquela freguesia e já este ano, quando vieram os primeiros dias de calor, o auto-taque dos bombeiros de Vila Viçosa já teve que entrar em acção. Adivinha-se novo pesadelo!
E para quando o retomar da obra do Pólo Escolar de Terena?
O sub-empreiteiro que estava em obra fez de tudo para a continuar, chegando a propôr à câmara o compromisso mensal de 750 euros (!) para não parar. Resposta? Um ano e meio depois foi obrigado a levantar o estaleiro. Entretanto as crianças continuam a ter aulas num contentor!
Já agora, a intervenção no caminho previa também o troço “Águas Frias (Albufeira de Alqueva) – Rosário”. Contamos que não fique esquecido!

João Grilo

segunda-feira, 2 de março de 2015

EM QUE É QUE FICAMOS? (2)



2. DAS "OBRAS"
FALAR SEM DIZER NADA...COM QUE FIM?
Diz a senhora presidente que, na sequência da denuncia por si apresentada, a Polícia Judiciária esteve no Alandroal a fazer diligências relacionadas “essencialmente com a realização de obras por parte da câmara, com funcionários, com recursos humanos da câmara e com recursos materiais, máquinas e viaturas da câmara ao serviço de particulares, neste caso na realização de obras que segundo está denunciado, seriam obras realizadas em propriedades privadas".
Ora, se o vereador Nabais "fez a proposta" e "juntou documentos" e a senhora presidente entendeu que mereciam o seu voto favorável e posteriormente os remeteu ao Ministério Público, também os conhece a fundo.
Então perguntamos: porque é que não dizem que "obras" são? Onde foram? Quantas foram? Uma, duas, três ou 50?Qual a sua dimensão e duração? Quais os prejuízos estimados para a câmara em resultado das mesmas, se viessem a ser consideradas irregulares?
Nós não sabemos e por isso dizemos: Não têm todos os munícipes o direito de saber? Porque é que a senhora presidente não explica? Porque é que o senhor vereador não explica? Porque é que ninguém concretiza?
Será que a montanha vai parir um rato? Será que por isso, enquanto não se sabe ao certo o que é, vai-se dizendo tudo e mais alguma coisa e é só isso que interessa?


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

EM QUE É QUE FICAMOS?

1. DA ORIGEM DA DENÚNCIA
QUEM NÃO QUER SER LOBO...
A Polícia Judiciária esteve no Alandroal a fazer diligências (e não "buscas" como se anda a dizer. Buscas marcadas com antecedência de uma semana?) na sequência da participação ao Ministério Público.
Quem fez a participação?
Diz a senhora presidente à Rádio Campanário (25-02-2015): “o aviso chegou na semana passada de que iríamos ter a visita dos Inspetores da Judiciária e ela confirmou-se, o que sabemos é que essa vinda tem a ver com a denúncia que foi apresentada pelo vereador João Nabais, contra o anterior presidente da câmara, João Grilo”, como quem diz, eu não tenho nada a ver com isso!
Mas o ofício que anda a circular nas redes sociais diz o contrário:

Em que é que ficamos?
O vereador Nabais fez a proposta! O Executivo votou por unanimidade! E a Presidente subscreveu a participação!
A responsabilidade é, portanto, no mínimo PARTILHADA. Mas na verdade, e em última análise, foi ELA que subscreveu a denúncia e a validou com os 3 VOTOS DA CDU.
Por outras palavras, o vereador Nabais, em toda a sua fúria de vingança destrutiva (e até auto-destrutiva, ao contrário   do que ele pensa!), nunca conseguiria fazer passar esta proposta na câmara sem o acordo da CDU. Com isso ganhou para a denúncia uma credibilidade institucional que nunca conseguiria se a apresentasse sozinho.
Já sabemos que a senhora presidente entra com facilidade em graves contradições e agora parece querer sacudir a água do capote neste caso. Talvez não esteja a ficar tão bem na fotografia como pensava! Talvez algumas pessoas da CDU não se sintam confortáveis neste papel. Mas que este foi um "trabalhinho" conjunto, foi. Sabemos bem com que objectivos e contra factos não há argumentos!


quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

MUDA CONVIDA



Próxima reunião:

21 DE FEVEREIRO, SÁBADO, PELAS 10H30, NA SEDE DO MOVIMENTO

Vem contribuir para a mudança de que o concelho precisa mais que nunca!

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

ENTREVISTA RÁDIO BORBA


Ontem · 
 



A grande entrevista com o ex-presidente da Câmara Municipal de Alandroal, João Maria Grilo, já está disponível para audição online nesta página: http://yourlisten.com/borb.../entrevista-com-joo-maria-grilo
Sábado, às 10 horas, pode também ouvir em 93.8 FM

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

CUSTOU, MAS FOI!

Há mais de um ano que a senhora presidente devia este esclarecimento à população!


Rádio Campanário:

“A divida real da Câmara Municipal de Alandroal não é de 30 mas de 22 milhões de euros", afirma autarca Mariana Chilra (c/som)

“A divida real da Câmara Municipal de Alandroal não é de 30 mas de 22 milhões de euros" a afirmação é da presidente da Câmara Municipal de Alandroal, Mariana Chilra à Rádio Campanário.
A autarca, depois de questionada por esta Estação Emissora diz que “muito se tem falado sobre a falta de informação sobre a divida da câmara, para se saber qual é a divida real, há que fazer contas e por isso as nossas prestações de contas, as que estão publicadas no site da câmara, vão ser confrontadas com valores do passivo e não da divida real da câmara”, realçando, ”o passivo da câmara tal como nós informamos as pessoas rondará os 30 milhões de euros, o valor da divida real da câmara era no final do ano de 2013 superior a 21 milhões de euros, essa divida em termos reais foi reduzida em cerca de 1 milhão e meio de euros pelas contas que nós temos apuradas, fizemos vários pagamentos, dos anos que estão para trás, continuamos ainda a pagar 2009 mas tem havido um esforço muito sério para irmos pagando aquilo que está para trás porque somos obrigados a pagar o que está para trás e a cumprir a lei”.
A autarca diz crer “que a divida no final do ano de 2014 será à volta de 22 milhões de euros porque entretanto nós pagamos à volta de 1 milhão e meio e conseguimos reduzir em termos efetivos com pagamentos feitos sobretudo a fornecedores a quem temos vindo a pagar todos os meses”.
Mariana Chilra diz ainda, “fomos obrigados a registar divida que não estava registada, superior a 1 milhão e meio de euros e estamos a falar de valores que estão a ser retidos neste momento de candidaturas, uma vez que tinham sido pedidos e a câmara não tinha cumprido com o pagamento, o caso da biblioteca, tal como de outras candidaturas que não foram cumpridas ou que os números não batiam certo, o caso da zona oficinal de Santiago Maior, da zona industrial, da última Expoguadiana e de uma obra da Santa Casa da Misericórdia de Terena, só estes valores rondarão os 700 mil euros, é isso que a câmara vai ser obrigada a devolver em prestações mensais de 19 mil euros”, acrescentando, “calculamos que no final das contas apuradas vamos ter uma dívida real e efetiva de cerca de 22 milhões e meio de euros, um valor dramático para a Câmara Municipal de Alandroal”.
A finalizar a autarca refere, “se não conseguimos aumentar a nossa receita de maneira a cobrir a despesa que temos, só há uma forma e essa forma é reduzir despesa e é isso que nós temos feito, mas vamos ser obrigados a carregar em cima das pessoas por causa das regras do Fundo de Apoio Municipal”.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

MUDA CONVIDA!



Próxima reunião:

23  DE JANEIRO, SEXTA-FEIRA, PELAS 18H00, NA SEDE DO MOVIMENTO

Vem contribuir para a mudança de que o concelho precisa mais que nunca!


A VERDADE SOBRE A DÍVIDA

Tendo por base o valor real da dívida apurado pela auditoria à data de Outubro de 2009, que peca por defeito, 23,7 milhões de euros, temos: 16 milhões de euros da prestação de contas (15 milhões em 31 de Outubro, data da auditoria), 6 milhões de dívida não registada e 1,7 milhões de outros compromissos (2,7 milhões à data da auditoria); e considerando que ao valor de final de 2013 (21,4 milhões) há que juntar o milhão e meio que o actual executivo reclama que não estava ainda integrado (que consideramos aqui, embora sujeito a confirmação), verificamos que em termos absolutos e no pior dos cenários há uma redução real de cerca de um milhão de euros (23,7-22,9) durante o mandato do MUDA. Não há outra forma verdadeira de fazer as contas!
Com uma gestão muito difícil mas equilibrada, o MUDA a pensar no futuro e sem falhar às pessoas e ao concelho, ainda reduziu o endividamento.
Muito diferente da história que se anda a contar! 

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

COMO SE EXPLICA?


O Prazo Médio de Pagamentos (PMP) é o indicador do tempo médio (em dias) que um fornecedor da câmara demora a receber pelo serviço prestado.
O PMP a fornecedores da Câmara Municipal de Alandroal não pára de aumentar.
Perguntamos: se a câmara passa a mensagem de que "parou tudo" para "dar melhores contas" aos seus fornecedores não devia ser ao contrário?
Se estão a pagar as dívidas, estes prazos não deviam estar a diminuir? 
E nem a desculpa do endividamento passado serve para aqui.
Veja-se o exemplo, mesmo acima, da câmara de Évora - tão endividada como o Alandroal ou mais - que tem estado a conseguir reduzir sucessivamente o seu PMP, exactamente o inverso do Alandroal!
Dá que pensar! Algo não bate certo no discurso da CDU...


terça-feira, 16 de dezembro de 2014

NOVO APELO!!

Em 14 de Julho deste ano publicámos aqui o seguinte apelo:

Publiquem, por favor, TODAS AS ACTAS DE TODAS AS REUNIÕES DE CÂMARA DESTE MANDATO. É que até agora não publicaram nenhuma.
Sabemos que também falta publicar actas do mandato anterior. Mas ficaram prontas para isso, é muito fácil carregá-las e publicá-las. Faz-se num dia! E de caminho, publicam as deste também!
E vamos fazer o mesmo com as actas da Assembleia Municipal.
Vamos trabalhar em conjunto para que todos os munícipes tenham acesso fácil aos documentos oficiais que permitem conhecer a realidade e formar opinião!

Passados cinco meses, a câmara municipal não só ainda não publicou as actas do mandato anterior que ficaram TODAS prontas a ser carregadas num único dia - o que já nos leva a admitir que não o fazem apenas para alimentar polémicas absurdas e injustificadas - como também ainda não publicaram UMA ÚNICA ACTA DE MAIS DE UM ANO DE MANDATO!

O mini-site que existia com as actas da Assembleia Municipal foi DESLIGADO no início do mandato e as mesmas não voltaram a ser disponibilizadas em qualquer outra espaço!

É assim que o Alandroal vai caindo no índice de transparência municipal e os munícipes vão sabendo cada vez menos do que andam a fazer aqueles em quem votaram. 
O executivo nada faz. A oposição nada diz.
A quem serve este estado de coisas? É a pergunta que todos devem fazer.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

BOAS FESTAS!



"Cada esperança abre horizontes infinitos e possibilidades imprevistas. O futuro é absolutamente aberto. Sempre. Construído pelas mãos dos que o sabem esperar."

José Luís Nunes Martins, "Filosofias, 79 Reflexões"


Boas Festas e Bom Ano de 2015 para todos!
E que nunca nos falte a esperança em dias melhores!


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

MUDA CONVIDA!




Próxima reunião:

22  DE NOVEMBRO, SÁBADO, PELAS 10H30, NA SEDE DO MOVIMENTO

Vem contribuir para a mudança de que o concelho precisa mais que nunca!

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

MUDA CONVIDA!



Nunca estivemos parados, mas voltámos agora ao trabalho regular!

Se queres saber do que andamos a falar, o que vamos fazer e dar o teu contributo, a próxima reunião - aberta a todos os amigos, apoiantes e todos os interessados - 
é no dia:

24 OUTUBRO, SEXTA FEIRA, PELAS 18H00, NA SEDE DO MOVIMENTO

Vem contribuir para a mudança de que o concelho precisa mais que nunca!