Seguir por Email

terça-feira, 7 de julho de 2009

MUDA apresenta-se à Comunicação Social


10 comentários:

Anónimo disse...

Relativamente à entrevista duas notas, uma positiva e outra negativa.
Positivo- Cito: "Se não coseguirmos ganhar as eleições, vamos continuar a trabalhar para ganhar as próximas". Muito importante, precisamos de uma oposição atenta...que deixe governar quando se governa bem e que saiba ser firme contra posições incoerentes. Negativo- Cito: "o MUDA "não está contra o actual presidente" nem "irá desaparecer se não vencer as eleições". O MUDA só pode estar contra o actual presidente e as políticas por ele exercidas... não pode estar de outra forma. Outra coisa é João Nabais como cidadão. Quanto a que não irá desaparecer depois das eleições... também era o que mais faltava! Muitas pessoas depositam confiança nesse movimento para MUDAr.

Carlos Galhardas

MUDA disse...

Caro Carlos,
Naturalmente, o que se pretendia dizer é que no MUDA nada temos contra a pessoa do Sr. Presidente. Já em relação às suas políticas, estamos contra sim, e temos prioridades completamente diferentes. Se o texto pode induzir em erro, o contexto geral da entrevista não. Contudo, apresento as minhas desculpas pela falta de clareza da citação escolhida.
João Grilo

Anónimo disse...

O mais importante está esclarecido... contra as actuais políticas e prioridades muito distintas, também não esperava outra coisa. O pedido de desculpas revela um enorme carácter, não pretendia isso, mas é aí que está a diferença para MUDAr.

Um abraço daquele que foi colega na Assembleia de Escola,

Carlos Galhardas

Anónimo disse...

O Carlos Galhardas, se o Nabais te tivesse dado protagonismo com a exposição do João Paulo estavas era calado, assim és do contra... Melhor dizendo, do contra tudo...

Anónimo disse...

Ora aqui está um comentário muito bem feito...para se ter protagonismo temos de dar alguma coisa em troca, senão somos do contra. Pois é... é assim que vocês funcionam porque são pobres de espírito! Nunca votei no Nabais e tenho a certeza absoluta que o João Paulo também nunca votaria... é bom estar no contra... contra a mesquinhez!
E já agora, a exposição que se realizou à do Zé do Alto deu-me o protagonismo que precisava... dar a conhecer a obra do meu irmão... o mais é nada!

Carlos Galhardas

OBS.- Há uns anos atrás prometeram-me um emprego se eu me filiasse num partido, como felizmente estão todos inteiros, acabei por ter o protagonismo da minha consciência!!!

Anónimo disse...

Vem aí o nosso camarada sócrates a ver se juntamos pelo menos 150. Mensagem do nabais aos seus apoiantes.
IOL!

Anónimo disse...

Parece-me de muito mau tom para não dizer de uma falta de educação tremenda evocar o nome de pessoas já falecidas para fazer valer argumentos politicos .(eu conheci o João Paulo e conheço o Carlos Galahardas do qual sou amigo)Se isto é fazer politica tenham vergonha e estejam calados....

Anónimo disse...

João Grilo- Acabei de estar com um seu antigo aluno, Luís Simões, hoje formado em veterenária e com consultório em Vila Viçosa (Vet Alentejo). Veio a minha casa vacinar a bicharada, e conversa puxa conversa, falou-se da expo-guadiana e dos custos que a mesma representa para um concelho tão pobre, quando há problemas muito mais urgentes nas mais variadas áreas, quer sociais, culturais e de infra-estruturas, isto para não falar na área democrática que tão arredada está do actual elenco governativo. Disse-lhe que apoiava o movimento para MUDAr e perguntei se conhecia João Grilo, ao que me respondeu ter sido seu aluno. Cito agora a opinião que me deu de si: "Muito bom professor, o melhor que tive nessa disciplina, interessado, ponderado e uma pessoa muito calma". Precisava de ouvir essas palavras de alguém que está de fora e cuja credibilidade me merecesse confiança absoluta, como é o caso do Dr. Luís Simões. Devo dizer-lhe que fiquei muito satisfeito e tranquilo com o que ouvi- INTERESSADO, PONDERADO E CALMO, qualidades muito importantes para um bom professor, mas que da mesma forma não o deixam de ser para um bom político. Faço este comentário neste espaço intencionalmente. Um anónimo acusou-me de eu pretender protagonismo e de o presidente João Nabais não me ter querido dar esse protagonismo, isto a propósito da realização de uma exposição do pintor João Paulo Galhardas. Já fiz a minha defesa e, para algumas mentes mais retrógadas, volto a reafirmar: o protagonismo que espero vir a ter se João Grilo vencer as eleições autárquicas, é o protagonismo da minha consciência e isso só se consegue com interesse, ponderação, calma e elevação democrática. Comecei por dizer que iria assinar para este movimento ser possível, mas ainda não o fiz pelo facto de a sua sede não se encontrar aberta quando lá me desloquei; depois disse que não era apoiante do movimento e que o meu voto logo se veria... nunca me deixei pressionar... sempre votei em consciência; agora digo apoio o movimento... vou votar nele... mas falta-me assinar a lista. Agradeço que me telefonem para o nº916892739 quando se encontrar alguém na sede. Peço desculpa por este comentário tão extenso.

Um abraço de solidariedade,

Carlos Galhardas

Anónimo disse...

ò Grilo já te conheço desde estudante e foste sempre embirrante!!!
Quero ver se consegues publicar, não é nada ofensivo. Só vejo aqui comentarios de apoio. Porque não são os outros tambem publicados???

Anónimo disse...

Grilo já te conheço desde estudante
Quero ver se consegues publicar,
Eu sou o tal colega embirrante...
Sem ponta por onde se pegar!

Não se está mesmo a ver Quem acabou de publicar?
Blogues não gosto de ler...
Acabam por me irritar!

POETA