Seguir por Email

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

A Vitória de todos Nós


O percurso começou a ser delineado há apenas alguns meses atrás pelas pessoas que fundaram este Movimento. O caminho a percorrer foi surgindo de dia para dia, cada vez com mais certeza e vontade de acreditar que a meta, à qual todos se propuseram, seria dar um novo rumo ao nosso tão querido Concelho do Alandroal.

Sei que este movimento, ao longo destes meses, foi ganhando força e crescendo progressivamente, graças a todos os que nele sempre acreditaram e confiaram!

A estrada percorrida até ao objectivo final, sabemos, que não foi fácil…mas a força de todos fez sempre que assim o parecesse!

Juntos percorremos km’s, sempre com a mesma vontade e o mesmo destino! Vontade essa que, de dia para dia, se tornava maior, com o apoio e carinho das gentes deste concelho, que traziam nos rostos a mesma vontade que nós: simplesmente que MUDÁssemos…

Fizemos novas amizades e reatamos algumas antigas, algo “adormecidas” pelo tempo e pelas circunstâncias da vida.

Obtivemos uma vitória importantíssima, possibilidade na qual alguns de nós nem acreditavam, dado o curto espaço de tempo! Vitória esta que não pode, nem deve, servir para agora cruzarmos os braços! Deve servir, isso sim, para que daqui para a frente todos nos sintamos, ainda, mais responsáveis, na medida em que, o futuro deste concelho não é única e exclusivamente responsabilidade daqueles que elegemos para nos representar como órgãos máximos.

A democracia é, e sempre será, o poder do povo! Tal como precisamos que os eleitos à Câmara Municipal do Alandroal zelem por nós, também eles precisam, todos os dias, sem excepção, sentir que nós, também, estamos cá por eles e para eles.

O caminho foi longo e sinuoso mas a meta foi alcançada com esta Vitória, a vitória de todos nós!
A VITÓRIA DA MUDANÇA!


Este texto é-vos dedicado

João Grilo, Joaquim Galhardas, Dra. Fátima, Zé Carlos Correia, Gabriela, M. Isabel (Mãe), Arlindo, Luís Fontes, Amável, Sérgio Mira, Montalto, Amélia, Marco Alfaiate, Saraiva,
Néjão, Hélio (Pica), Carlos Alfaiate, Margarida Godinho, José Inácio, Hélder Salgado,
Elso Balixa, Hugo Rosado, Moisés, S. Mitra, Letícia, Jorge Cavaca, Carlos Bia, Sofia, Carla,
Vera,Ana, Filipe, João Fontes, Nuno Miguel Festas, Ana Cristina, Artur e Dulce,
Ricardo Cebola, Fernanda Romão, Códices, Arlindo, Maria Avelina, Elsa Lérias,
Ana Margarida Roma, Carlos Nunes, Carla Ramalho…e muitos mais.

p.s. - peço desculpa por não meter os nomes de todos, mas de alguns não recordo os nomes.



José Galvão

Alandroal 15 de Outubro de 2009

5 comentários:

Anónimo disse...

Muitos Parabéns Galvão.
Abraço

Pedro F.

Anónimo disse...

Este texto representa bem o que é o espirito do MUDA.Felicito desde já o seu autor.
L.P.R
Força MUDA, Força João Grilo

Anónimo disse...

Nada seria igual sem a colaboração do fotógrafo que nos permite perpetuar todos os momentos...os de cansaço, os de coragem e ganas de lutar e finalmente os de Felicidade imensa por termos alcançado o nosso objectivo.
Obrigada
Dulce Dias Gonçalves

Anónimo disse...

Obrigado p´la parte que me toca!
Abraço
Artur Roma

MACGYVER disse...

Uma força,Um movimento, um motivo, UMA VITORIA!É esta a nossa fé!É esta a nossa motivação e o nosso orgulho!
O NOSSO esforço não foi em vão!
Parabés a nós todos!

Filipe Galvão