Seguir por Email

quarta-feira, 6 de junho de 2012

NOTÍCIAS CMA

Apoiar em Tempo de Crise: Município e Parceiros da Rede Social Conjugam Esforços Para Melhorar Respostas

 Com a publicação, entre Julho e Outubro de 2011, de quatro novos regulamentos de apoio (Regulamento de Intervenção Social a Estratos Sociais Desfavorecidos no Concelho de Alandroal, Regulamento Alandroal ConVida, Regulamento de Apoio aos Empresários e Investidores no Concelho de Alandroal e Regulamento Municipal de Apoio Social a Melhorias Habitacionais no Concelho de Alandroal) o município pretendeu antecipar o cenário de dificuldades que muitas famílias vivem hoje, contribuir para a melhoria da qualidade de vida de todas as famílias do concelho e incentivar a fixação de empresas e jovens casais.
Graças a estes novos regulamentos, o município está actualmente a apoiar mais de 40 agregados familiares com vales mensais de 25 euros na compra de bens alimentares essenciais (carne, peixe, legumes e fruta), trocados no comércio local. O apoio ao arrendamento (45 euros por mês) já chegou a 16 famílias. No ano de 2011 foram atribuídos 53 subsídios de nascimento no valor de 43000 euros e em 2012 já foram aprovados 11.
Além disso, foram também aprovados 8 subsídios de apoio à fixação de residência, no valor de 500 euros cada e realizadas duas melhorias habitacionais no valor de 4600 euros. Para o ano lectivo 2011/2012 foram aprovadas 45 bolsas de estudo para o ensino superior no valor total de 30375 euros. O município ofereceu também os manuais escolares aos 159 alunos do 1º Ciclo no valor total de 9095 euros, a fruta escolar, no valor de 600 euros, e os apoios da acção social escolar chegaram a 90 crianças num valor total de 3600 euros.
Ainda ao nível da educação, a comparticipação na mensalidade da creche – também um novo apoio – chega a 20 crianças num valor mensal de cerca de 1400 euros. A autarquia comparticipa ainda em 50% o custo dos medicamentos dos 846 beneficiários do cartão social do munícipe idoso, o que representa cerca de 96000 euros por ano.
Em colaboração com as IPSS do concelho (Santa Casa da Misericórdia, Centro Social e Paroquial, Lar Cantinho Amigo de Santiago Maior e APIT), foram também criados, no âmbito dos CLDS, os serviços de Oficina Móvel para pequenas reparações domésticas, a Eco-Loja (loja social) e, a desde o dia 04 de Junho, no âmbito do Programa de Emergência Social, a Cantina Social. Neste momento, está a ser criado um Gabinete de Desenvolvimento Social para coordenar todas estas respostas.
Convidamos todos os munícipes a procurarem os serviços de Acção Social da autarquia, o Balcão Único do Munícipe (Alandroal e Santiago Maior) as IPSS referidas, a Segurança Social e as Juntas de Freguesia para obterem mais informações sobre todas as medidas de apoio que foram criadas, de modo a poderem beneficiar das mesmas. Juntos vamos ultrapassar esta fase de maior dificuldade no país e no concelho e construir um futuro melhor.

Fonte: Gabinete de Imprensa CMA

Sem comentários: