Seguir por Email

quinta-feira, 28 de maio de 2009

COMENTÁRIOS EM DESTAQUE

Pela sua pertinência, destacamos o comentário deixado por Galvão:

Escrevo simplesmente como cidadão,como qualquer pessoa que tem o pleno direito à sua opinião, e não com intuito de dizer mal do que quer que seja e sim de ver, saber, e ouvir que algo não está bem.Por tudo o que hoje em dia ouço dizer no Alandroal, por tudo o que hoje em dia falam do Alandroal, por tudo o que vejo que se passa na minha terra…A liberdade de expressão não se dá, não se obtêm, não se tira, é simplesmente um direito que é nosso, de todos nós.
Declaração Universal dos Direitos do Homem:

Artigo 1.º Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.

Artigo 19.º Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão. (Politico, Religioso, económico-social, etc)

“A única pessoa que pode MUDAr de opinião é aquela que tem alguma.“ (Edward Westcott)

6 comentários:

Anónimo disse...

É assim mesmo.Eu infelizmente não posso tambem aqui dar a minha opinião da maneira que gostava porque se meto aqui o meu nome o mais certo é acontecer o mesmo que ja aconteceu a alguns, era despedido por ter uma opinião diferente.
Eu voto muda.

Anónimo disse...

Parabens Galvão pelo inteligente comentario.

Amigo disse...

Muito bem escrito sim senhor.É de opiniões assim que precisavamos todos os dias, sem ofender nem dizer mal de ninguém mas dando a sua opinião que é muito válida.Os meus Parebéns ao Zé.

Anónimo disse...

Finalmente encontrei o blog do MUDA e com prazer li e voltei a ler o que o meu amigo Zé Galvão escreveu.Só posso mesmo dizer é que GOSTEI e muito.
Bem escrito e muito bem pensado.

Parabéns, e precisamos de mais posts assim.

Força MUDA

Anónimo disse...

Pois é, teóricamente é a lei, mas na realidade não é isso que acontéce, sei do que falo.

Zé, não conheces a palavra REPRESÀLIA?????

Oxalá que não.

Eu conheço e tenho repulsa, não á palavra, mas a quem faz uso dela.

Olha!!!!!

Será que Salazar ressuscitou??????????????

Anónimo disse...

Ok!Ok!Façamos de conta que J.Sócrates "she knows how to speak English".Façamos de conta que nunca houve alunos que tiraram (re)cursos superiores sem média para entrarem nos mesmos...Façamos de conta que a valsa que pretende dançar só agora começou...Façamos de conta que a evocação de autores que nunca lemos, fica bem no (con)texto.
Façamos de conta que tudo o que se consegue nesta vida se deve exclusivamente ao nosso esforço e perseverança.
Façamos de conta que a fotografia digital supera a analógica.