Seguir por Email

sábado, 31 de dezembro de 2011

ORÇAMENTO 2012

Assembleia Municipal Aprovou Orçamento para 2012

A Assembleia Municipal de Alandroal aprovou, em reunião ordinária do passado dia 23 de Dezembro, as Grandes Opções do Plano e Orçamento para o município no ano de 2012. No valor de 20.865.233,60 euros, este orçamento representa uma redução de cerca de 10% em relação ao do ano anterior, ou seja, menos 2 milhões de euros. O orçamento foi aprovado com os votos favoráveis das bancadas do MUDA e da CDU e do eleito por Juromenha e com os votos contra da bancada do PS, que não apresentou qualquer razão ou justificação para esta votação.
João Grilo, Presidente da Câmara Municipal de Alandroal, apresentou este orçamento como sendo, “mais realista e mais adaptado às dificuldades que se avizinham no próximo ano e é mais um esforço no sentido de continuar a consolidação da dívida e aproximar o município da sustentabilidade financeira”.O Município vai sofrer uma redução de cerca de 300 mil euros nas transferências directas da Administração Central, através do Orçamento de Estado. Além disso, vai ter menos cerca de 200 mil euros de cobrança de impostos directos (IMI), uma vez que serão aplicadas as taxas mínimas por força da decisão da Assembleia Municipal em Novembro último.“É meio milhão de euros a menos para fazer face a todas as necessidades e vai ter que sair de algum lado, quem não pode sentir que trabalhamos com menos são os munícipes”, referiu o autarca.
Assim, o município prevê reduzir ainda mais a despesa nos eventos culturais e nos apoios a festividades. Já anunciada está a não realização, em 2012, do festival “Por Terras do Endovélico” que passa a realizar-se de dois em dois anos.Este orçamento reflecte as três prioridades definidas pela autarquia até ao final do mandato: reduzir despesa, executar obra e aumentar os apoios sociais.
Ao nível da redução de despesa de funcionamento da autarquia será necessário implementar medidas mais profundas. João Grilo refere que “a Câmara do Alandroal estava estruturada para funcionar para si própria, para dentro, para alimentar a sua própria estrutura pesada e onerosa. Temos vindo a alterar isto para colocar a câmara a funcionar para fora, para servir os munícipes e para canalizar mais recursos para esse fim. É um trabalho que está longe de estar concluído e que vamos ter que intensificar neste ano”.
Quanto às obras, o Município de Alandroal prevê concluir as que estão em andamento, como são os casos do “Centro Escolar de Santiago Maior”, “Complexo Desportivo de Alandroal” e “Loteamento Habitacional da Tapada do Cochicho”. Além disso, prevê-se ainda a conclusão da obra de Biblioteca Municipal, parada desde 2007. O município prevê ainda iniciar as obras de alguns projectos já com financiamento aprovado, designadamente, a “Requalificação do Interior do Castelo de Alandroal e Iluminação” e a “Creche de Santiago Maior”.Também previstas para avançar em 2012 está a “Criação do Pólo Escolar de Terena” e a “Requalificação do Troço de Ligação da ER 373 à Vila de Juromenha”. Também serão iniciadas, caso venham a ter financiamento comunitário aprovado durante o ano, as obras de “Remodelação do Sistema de Abastecimento de Água a Pias, Venda e Casas Novas de Mares”, “Reformulação do Sistema de Abastecimento de Água a Ferreira – Montejuntos” e a “Requalificação do Caminho Municipal 1109 entre Rosário e Ferreira de Capelins”.
No campo dos apoios, mantêm-se como prioridades o apoio aos investidores no concelho, a criação de emprego, os apoios à natalidade e fixação de famílias, os apoios às colectividades e associações, os apoios na educação e na saúde (cartão social do idoso) e os apoios aos estratos sociais mais desfavorecidos como forma de enfrentar um ano de 2012 particularmente difícil para todos.

Fonte: Gabinete de Imprensa da CMA

Sem comentários: