Seguir por Email

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

MUDA ESCLARECE

SOBRE O CONSELHO CONSULTIVO DO PRESIDENTE DA CÂMARA

Como já vem sendo hábito, sempre que a gestão MUDA do município toma medidas inovadoras, corajosas ou de rotura com esquemas do passado logo algumas vozes cobardes e anónimas se apressam a distorcer os propósitos e a lançar a confusão.
É o que estão a tentar fazer com a criação do "Conselho Consultivo do Presidente da Câmara".

Temos problemas sérios e grandes desafios pela frente. Todos os esforços que fizermos em conjunto são fundamentais para um futuro melhor e as vozes da calúnia, da difamação, da mentira e da divisão devem ser combatidas por todos os que querem o melhor para o concelho do Alandroal.

Assim, o MUDA vem esclarecer o seguinte:

Este NÃO É UM ÓRGÃO DE NATUREZA POLÍTICA, quem lá está só se representa a si próprio e ninguém está rotulado e é nesse espírito que os presentes aceitaram o convite.

Este é um órgão NÃO VINCULATIVO, de natureza informal que apenas se destina a criar mais um espaço onde o presidente possa ouvir pessoas que normalmente não estão próximas da câmara mas que podem contribuir para aumentar a discussão e a troca de ideias. NINGUÉM GANHA DINHEIRO POR LÁ ESTAR!

Foram convidadas pessoas de todos as sensibilidades, de todas as idades, de todas as zonas do concelho e de fora dele. A escolha não foi, nem podia ser, exaustiva e é natural que vão entrando novos membros ao longo do tempo;

Este é um órgão criado POR INICIATIVA DO PRESIDENTE DA CÂMARA, logo, é natural que, num primeiro momento, tenham nele assento pessoas directamente convidadas por este;

Contudo, de acordo com o regimento proposto, QUALQUER CIDADÃO pode vir a fazer parte deste conselho desde que proposto pelos seus membros e aprovado pela maioria dos mesmos. Ou seja, ATÉ PODIA SER, MAS NÃO É O PRESIDENTE GRILO QUE VAI DECIDIR QUEM ENTRA OU NÃO ENTRA.

Os vereadores, membros da assembleia municipal e Presidentes de Junta dispõem de outros tempos e espaços para discutir com o Presidente da Câmara as matérias da governação do concelho;

Os dirigentes associativos, dirigentes dos bombeiros, agrupamento de escolas, etc. também dispõem de outros fóruns onde reúnem com regularidade com o Presidente da Câmara (Rede Social, Conselho Municipal de Educação, Protecção Civil, etc.);

O MUDA congratula-se por o Alandroal ser o primeiro concelho da região a instalar um “órgão” desta natureza, num sinal claro do Presidente da Câmara de abertura à sociedade civil, de capacidade de envolvimento e diálogo, postura fundamental nos tempos que correm.

1 comentário:

Ana Paula Fitas disse...

Carisimo MUDA,
Venho, antes de mais, subscrever o esclarecimento que aqui nos é apresentado. Por outro lado, aproveito a oportunidade para felicitar o Alandroal pela genuína e inovadora forma de revitalizar a democracia participativa, através da criação deste Conselho Consultivo, num tempo em que, do ponto de vista económico e político, tudo parece estar em causa. Quanto a polémicas menos avisadas e desinteressantes, lamento que, apesar da crise que atravessamos e num período histórico em que só a capacidade de mudar e adaptar as estruturas existentes, pode resgatar as sociedades democráticas em que vivemos, haja quem perde o seu tempo em tentativas vãs de desestabilização que,felizmente!,todos reconhecemos gratuitas... porque tentar denegrir boas práticas é, no mínimo!, absurdo!
Com estima e consideração,
Ana Paula Fitas