Seguir por Email

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

MUDA INFORMA


Alandroal: Município Apresentou Potencialidades do Concelho a Investidores e Definiu Estratégias de Actuação Futura

Promover o concelho de Alandroal como um local apetecível para os investidores privados, evidenciando os seus factores de competitividade, através do testemunho de empresas e empresários de sucesso que já estão implementados no concelho. Foi este o mote para o “1º Encontro Empresarial do Alandroal – Associativismo, Empreendedorimo e Dinâmicas Empresariais”, que decorreu no Fórum Cultural de Alandroal no passado dia 10 de Dezembro.

Organizado pela Autarquia local, em colaboração com a Confederação Industrial de Portugal (CIP), representada pelo seu presidente, António Saraiva, o encontro contou ainda com a colaboração da Associação de Beneficiários do Lucefecit, da Cooperativa Agrícola de Alandroal e da Cooperativa Agrícola de Santiago Maior.

Este fórum de debate e reflexão sobre as potencialidades económicas do concelho assentou na partilha de testemunhos dos empresários locais e contributos de empreendedores convidados. As “Boas Práticas de Gestão Empresarial como Factores de Sucesso da Economia” e a “Expansão para Novos Mercados e Atracção de Novos Investimentos” foram alguns dos temas debatidos por painéis compostos por experientes empresários, como o Eng. Luis Bulhão Martins (Sociedade Agrícola da Herdade do Pigeiro, Lda.), o Eng. Pedro Pontes (Famex) ou Eng. Carlos Ganopa (Cinterqual).

Também a ALANDAL, através do Dr. Vítor Aguiar e a ALANDROMAR representada pelo Eng. João Saúde, apresentaram as suas experiências de duas empresas instaladas no Alandroal viradas para a exportação, sendo que no caso da ALANDAL, a totalidade da produção se destina ao mercado externo.

A importância da criação de uma associação local de empresários e a criação de uma marca de qualidade do Alandroal, consubstanciada na aposta no sector agro-industrial do concelho, foram duas das principais conclusões do encontro, que teve um balanço final largamente positivo.

António Saraiva, presidente da CIP, referiu que “é de louvar esta iniciativa da Câmara de Alandroal porque denota um esforço de inverter a tendência de esquecimento a que o Alentejo tem sido votado. Ao longo das últimas décadas o Alentejo tem sido um pouco esquecido e isso levou ao abandono das pessoas e à não fixação das empresas. Isso tem que ser invertido. É preciso que as Autarquia façam esse esforço, como a Câmara de Alandroal está a fazer, para que se possa preparar um futuro melhor para esta zona do país”.

João Grilo, presidente do município alandroalense, salientou que este encontro “ajudou a definir para onde queremos ir, condição fundamental para escolher as estratégias que nos levem até esse destino no médio e longo prazo”. “Estamos apostados em ajudar os empresários a desenvolver a economia local e a criar emprego no concelho”, referiu ainda o autarca.

Recorde-se que o concelho de Alandroal apresenta um conjunto de factores, até aqui pouco explorados, que o tornam um local com enormes potencialidades para a localização de empresas. A proximidade com Espanha, as boas acessibilidades, os bons indicadores ambientais e os vários apoios que a Autarquia tem para oferecer aos empresários que se queiram fixar no concelho, são alguns dos pontos fortes.



Fonte: Gabinete de Imprensa da CMA

Sem comentários: