Seguir por Email

domingo, 2 de dezembro de 2012

OPINIÃO


Direito à opinião
O que vão ler aqui neste comentário/opinião não vai além disso mesmo...
Dia 1 de Dezembro ao acordar dei uma volta pelos blogues da terra e tal não é o meu espanto quando  li e reli todo o comunicado da J.S.Alandroalense. 
Ora como todos os que "leram" e tentaram perceber o que se passou para tal comunicado sair para a rua, algo de grave se passou...??
No comunicado da JS informa-se a população que reuniram em assembleia e resolveram entregar os cartões de militantes do PS e daí a desvinculação à força politica que sempre defenderam. 
Até aqui tudo bem... quando surge um parágrafo em que se lê: 
"Face à instabilidade gerada por falsos autos noticiosos, vem clarificar que a saída de João Nabais do Partido Socialista se deve a razões estritamente de ordem pessoal, as quais só a ele dizem respeito.
Os falsos autos noticiosos na minha opinião talves sejam aqueles que os municípes veêm, dizem e sabem muito bem o que foi o governo Nabais no mandato anterior, ou então... estão tentar desmentir a mais que provável verdade sobre a noticía que a Rádio Campanário lançou no dia 29-11-2012, que se podia ler: "Alandroal: João Nabais sem apoio do PS". Noticia que informa a população que os vereadores eleitos pelo PS na Câmara Municipal do Alandroal deixaram de exercer o respectivo mandato autárquico como militantes do PS mas sim como independentes, por falta de confiança entre o partido e os vereadores.
Eu não consigo perceber a falta de confiança dos vereadores no partido, aliás eu até percebo porque basta olhar para o nosso país e ver o que as forças politicas nos fizeram, fazem e futuramente irão fazer durante anos. Mas nesta situação, na minha opinião, não é o caso!
Depois uma situacão muito caricata..." Esta posição tomada pelos presentes não nos leva a uma situação dos chamados “vira casacas” ".
Se não é uma situação de vira casaca é o quê???? Com franqueza! vão continuar a defender as causas mas contra as orientações estatutárias... É confuso e incoerente, se o PS se se candidatar às autárquicas o que irão estes senhores fazer, apoiar,ou virar a casaca, na minha opinião estão demasiado perdidos nesta novela.
Deixando ainda a leve sensação de que o movimento poderá ser apoiado pelo partido... "não sendo para já esta uma candidatura apoiada pelo Partido Socialista, estaremos em incumprimento face às regras estatutárias vigentes". Em incumprimento estão! A ver bem a probabilidade de serem apoiados pelo PS é que não...
Em conclusão... "Será um movimento com orientações socialistas, onde prevalecerão os valores da sociedade, valorizando uma esquerda democrática e moderna, assim como a verdadeira social-democracia europeia adequada às necessidades e interesses..." orientações estas que tem o resultado à vista de toda a europa e do mundo, a verdadeira decadência no seu auge, cada um rouba mais que o outro.   
Horas depois....
Quero esclarecer que este comentário foi enviado(identificado como sempre) para os blogues da terra mas se repararem não foi publicado em nenhum.
Neste momento acabo de ler o comunicado do Sr.Nabais e lá está mais do mesmo, com apenas dois destaques a sobressair à vista.
O Sr. Nabais acusa talvez o Ministério Público de calúnias e ataques sem escrúpulos, digo talvez o MP porque a Câmara Minicipal apenas o visa em um(não tenho a certeza)os outros 200 e tais processos(não tenho a certeza exacta) em que vai ser julgado são parte de um processo bem maior que cabe a acusação ao MP, e que acusa também de os terem habilmente gerido no tempo com o único objectivo de o assassinarem politicamente.
Ora, não fossem os tribunais trabalharem à velocidade a que trabalham! Toda esta situação já estaria resolvida! Nem tudo acontece/decorre  como nós queremos.
O outro destaque também caricato tem um facto adquirido.
Escreve que se desvinculou para proteger o partido, mas vai mesmo assim candidatar-se contra ele... Não entendo de maneira nenhuma, e não acredito que o PS tenha sido acusado ou esteja também infiltrado nestes processos judiciais.
Ah! e promete um projecto muito além do espectro politico socialista, o que não é dificil de fazer, basta governar para as pessoas e trabalhar para nós que é para isso que são eleitos.
Na minha opinião são dois comunicados muito incoerentes e perdidos na razão.
Não levem a mal esta minha opinião, afinal é um direito meu e esses ninguém me tira percentagem alguma...
ELSO BALIXA

Sem comentários: