Seguir por Email

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

MUDA ESCLARECE


A coberto do mais cobarde anonimato, algumas pessoas estão a tentar lançar confusão e mentira sobre algumas aquisições por ajuste directo da Câmara Municipal de Alandroal, todas elas devidamente justificadas e enquadradas em candidaturas a fundos comunitários que suportam a maior parte do investimento.

Só por manifesta má fé se tenta passar a ideia de que é dinheiro que sai na sua totalidade dos cofres da câmara.

O pior é que quem isto afirma, sabe muito bem o estado de degradação financeira em que a câmara ficou e que esta é a única forma do Município fazer investimentos!

1º Exemplo:

Município de Alandroal • Solercine - Projectos e Equipamentos Cinematográficos e Audiovisuais, Lda.

AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTO DE CINEMA DIGITAL 3 D PARA A SALA DO FORÚM CULTURAL TRANSFRONTEIRIÇO DE ALANDROAL

71.345,17€ 31-05-2011

Este equipamento é financiado em 70% pela Rede “Terras do Sol”, candidatura conjunta de vários municípios do Alentejo Central;

Ou seja, o município vai pagar apenas 21.403,55€ por este equipamento;

Na mesma candidatura foram adquiridos equipamentos idênticos e nas mesmas condições pelos municípios de Redondo, Reguengos de Monsaraz e Portel;

O equipamento a ser instalado permite a exibição de qualquer filme em suporte digital e não apenas em 3D;

As distribuidoras de filmes vão abandonar muito em breve a distribuição de filmes em película (“bobines”) no circuito comercial, passando toda a distribuição a ser feita em suporte digital.

O suporte digital é mais fácil de distribuir, mais fiável e com menores custos associados, quer de transporte quer de exibição e representa um extraordinário salto qualitativo do ponto de vista do espectador;

Por tudo isto, o MUDA não pode tomar outra posição que não seja o apoio incondicional a esta opção estratégica do executivo camarário, que mostra capacidade de antecipar acontecimentos e fazer as opções correctas sem comprometer o futuro do concelho.

Sem comentários: